Rádio Estação VG FM 105,9
(65) 3686-4810 - estacaovg@hotmail.com
 
Horário , 00:19
Zeca admite disputa majoritária em 2018
13/07/2017

Considerado uma das principais vozes da oposição na Assembleia Legislativa, o deputado estadual Zeca Viana (PDT) não descarta a possibilidade de concorrer a um cargo majoritário nas eleições de 2018, que seria a disputa ao governo do Estado ou Senado. Ainda que considere um suicídio político ser candidato ao governo do Estado ou Senado, o parlamentar não descarta a possibilidade de viabilizar sua candidatura. “A candidatura majoritária é um suicídio, vai depender tudo de uma composição, vai depender do espaço, eu digo o seguinte, se deixar uma frestinha aberta na porta, eu entro”, disse. 

O projeto de candidatura em Mato Grosso seria para apoiar o projeto nacional do PDT que deseja lançar a candidatura à Presidência da República do ex-ministro da Integração Nacional Ciro Gomes, o que levaria a necessidade de ter palanque próprio nos Estados. Diante disso, o deputado Zeca Viana, que é presidente do diretório estadual do PDT, avalia que é mais viável ao partido uma candidatura ao governo do Estado. “O nosso objetivo maior é o governo do Estado, temos que ter a responsabilidade e apresentar o melhor nome para a sociedade mato-grossense. Até as eleições, podemos trabalhar nomes dentro do partido”, destaca. 

A candidatura de Ciro Gomes é considerada no plano nacional uma alternativa se concretizada a impossibilidade de o ex-presidente da República Luiz Inácio Lula da Silva (PT) não obter o registro de candidatura. O petista foi condenado ontem pelo juiz federal do Paraná Sérgio Moro a 9 anos e seis meses de cadeia por receber propina de R$ 2,2 milhões da empreiteira OAS por meio de um tríplex no Guarujá, litoral de São Paulo, empreendimento que ainda recebeu melhorias a mando de Lula. 

Se confirmada em segunda instância, Lula será considerado ficha suja, pois a lei complementar 135/2010, a popular lei da ficha limpa, barra a candidatura dos condenados em órgãos colegiados. Um dos principais entusiastas da campanha do governador Pedro Taques nas eleições de 2014, o deputado Zeca Viana diz que seu antigo aliado não atendeu as expectativas da população mato-grossense. “Eu andei quatro anos junto com governador Pedro Taques, levando uma mensagem para o eleitor, para o cidadão mato-grossense que o Pedro Taques era o melhor candidato para governar nosso Estado, e infelizmente a gente se enganou, por que ele demostrava uma coisa antes da eleição e depois de eleito demostrou outra”, criticou. 

O parlamentar ainda avalia que o comportamento do governador de não manter conversas com seus antigos aliados políticos gera um suicídio político, o que poderia comprometer sua reeleição. “Foi uma questão dele, um suicídio dele mesmo, porque ele tinha tudo para fazer um grande governo da história de Mato Grosso, e não soube aproveitar a oportunidade que o povo deu e a oportunidade que ele tinha nas mãos na hora”, concluiu.

folhamax.com.br



Notícias Relacionadas
Estado prorroga por 180 dias investigação sobre fraudes na Secretaria de Educação
Investigação do MPE apura um esquema milionário na Seduc
VG tem R$ 5,7 milhões para obras em avenidas
Recursos serão aplicados na recuperação das principais avenidas de Várzea Grande
Vereadores de VG já definiram Mesa
Chico Curvo no seu sexto mandato é o candidato à presidente da Câmara Municipal
Homem morre após não ser socorrido por falta de gasolina em ambulância
Vizinhos ligaram para a polícia e registraram Boletim de Ocorrência
Enquete
Qual sua avaliação da administração de VG?
Ótimo
Bom
Razoável
Ruim
Péssimo
Charge
Vídeo

Dir. Geral: Jorn. Marco Antônio de Mattos
Rua Boa Vista, 11 - Água Vermelha, Várzea Grande/Mato Grosso
Telefone: (65) 3686-4810
E-mail: estacaovg@hotmail.com


ND Creative